EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Outono
Início:20/03 Fim:21/06
outono1.png

Previsão Climática - 3 meses

El Niño Fraco no outono em SC

Fim do verão e início do outono: 20/03 à 18h58min

Precipitação:
Previsão de chuva próxima a acima da média climatológica, no trimestre. Para os meses de abril e maio, os indicativos são chuva mais significativa, com valores acima da média especialmente no último mês. O fenômeno El Niño deve causar mais nebulosidade durante o trimestre em SC.

Destaque: Eventos de chuva intensa, em curto espaço de tempo, podem ocorrer em qualquer época do ano (com temporais, descarga elétrica, granizo e ventania). Por isso, a Epagri/Ciram recomenda o acompanhamento diário dos boletins e informações disponibilizados no site.

Climatologia (o que se espera para época do ano):

Em março diminuem as chuvas de verão, e principalmente a partir da segunda quinzena as frentes frias chegam com mais frequência ao Sul do Brasil, sendo responsáveis pela maior parte da chuva em Santa Catarina. Em março e abril, a chuva diminui em relação aos meses anteriores. A média climática de precipitação em março varia entre 120 mm e 140 mm no Meio Oeste e no Planalto, e de 160 a 200 mm nas outras regiões. Nos meses de abril e maio a média mensal de chuva fica em torno de 100 mm a 170 mm, no Estado.

A partir de março ciclones extratropicais atuam com mais frequência no litoral do Uruguai, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, provocando vento intenso, mar agitado com ressaca e perigo para a navegação no litoral catarinense.

Temperatura:
No trimestre a temperatura estará próxima a acima da média climatológica, na maior parte de SC. O mês de março começa com temperatura de verão. As primeiras massas de ar frio começam a chegar com menos intensidade no fim de março e em abril, devido ao fenômeno El Niño. A partir de maio as massas de ar frio, no Sul do Brasil, são mais abrangentes e podem trazer maior chance de geada ampla em Santa Catarina.

São características do outono: a ocorrência de geada nas áreas mais altas de SC; veranicos ou períodos prolongados de temperatura mais elevada (acima de 30°C), especialmente no mês de maio; grande amplitude térmica diária (diferença de temperatura mínima e máxima); e nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade.

Temperatura da Superfície do Mar (TSM):
No mês de janeiro e maior parte de fevereiro de 2019, as águas no Pacífico Equatorial apresentaram valores de anomalia positiva de TSM de 0,5°C a 1,5°C (Figuras 1 e 2). Na área de monitoramento do Pacífico o aquecimento da TSM observado, valores de radiação de onda longa (ORL) baixa (maior nebulosidade) e o vento em médios e baixos níveis da atmosfera (ventos Alísios) fracos configuram, a partir deste mês, o fenômeno El Niño. Os modelos numéricos de previsão indicam atuação do El Niño Fraco durante o outono de 2019, tendendo ao enfraquecimento e neutralidade para a próxima estação.

mk
Figura 1 - Anomalia da TSM nos oceanos Atlântico e Pacifico, em janeiro de 2019.


 mk1
Figura 2 - Anomalia da TSM no Pacifico e Atlântico sudoeste, nos dias 10 a 16 de fevereiro de 2019.

Elaboração do boletim: Marilene de Lima e Clovis Corrêa (Meteorologistas)
Previsão do Fórum Climático: EPAGRI/CIRAM, IFSC, NSC, ALERTABLU e AGF