EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Verão
Início:21/12 Fim:20/03
verao2.png

Previsão Climática - 3 meses

PREVISÃOCLIMÁTICATRIMESTRALPARASANTACATARINA
Janeiro, Fevereiro e Março de 2019
Verão típico com pancadas de chuva e muito calor em SC

Precipitação:

Previsão de chuva acima da média climatológica no Oeste e próxima da média nas demais regiões, no trimestre. Em janeiro, a chuva deve ocorrer com maior frequência, porém de forma mal distribuída, característica de verão. Em fevereiro e março, a chuva deve ocorrer de forma irregular no tempo, com alguns períodos mais secos.

Destaque: no verão são comuns os temporais com granizo e ventania, e por vezes acumulados significativos de chuva em curto espaço de tempo. Por isso, a Epagri/Ciram recomenda acompanhamento diário dos boletins informações disponibilizados no site.

Climatologia (o que se espera para época do ano):

Em janeiro e fevereiro, o regime de verão já está estabelecido e as chuvas convectivas (curta duração) ocorrem com maior frequência entre a tarde e noite, e por vezes na madrugada, e a média mensal é de 180 a 200 mm. Em março diminuem as chuvas de verão (convectivas) e, principalmente a partir da segunda quinzena, as frentes frias chegam com maior frequência ao Sul do Brasil e são responsáveis pela maior parte da chuva em SC, e a média mensal varia de 100 a 200 mm, no Estado.

Temperatura:

No trimestre, a previsão é de temperatura próxima a acima da média climatológica em SC, verão típico. Durante a estação, pelo menos duas a três ondas de calor devem manter a temperatura alta, inclusive no período noturno, por vários dias consecutivos.

TemperaturadaSuperfíciedoMar(TSM):

Em novembro, as águas no Pacífico Equatorial apresentaram valores de anomalia positiva de TSM de 0,5°C a 1,5°C (Figura 1), mantendo o aquecimento observado nos meses anteriores, porém ainda com condição de neutralidade. O vento, em médios e baixos níveis da atmosfera (ventos Alísios), permaneceu sem alteração, ainda não apresentam padrão de El Niño. Os modelos numéricos de previsão seguem indicando aquecimento das águas do Pacífico Equatorial durante o verão, com evolução para o fenômeno El Niño fraco a moderado (em torno de 90% de probabilidade). O fenômeno deve se estender pelo menos até o outono.

CapturarFigura 1 - Anomalia da TSM nos oceanos Atlântico Pacifico, em novembro de2018.

Elaboração do boletim: Gilsânia Cruz (Meteorologista)

Previsão do Fórum Climático: EPAGRI/CIRAM e IFSC.