EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Outono
Início:20/03 Fim:21/06
outono1.png

Caqui

ZONEAMENTO AGRÍCOLA CONSIDERANDO OS RISCOS CLIMÁTICOS PARA A CULTURA DO CAQUI (Diospyros kaki L.)

 MAPA
 MUNICÍPIOS RECOMENDADOS


Nota Técnica
Para o zoneamento da cultura do caqui, em Santa Catarina, utilizou-se dados de 26 estações agrometeorológicas, com períodos de observação variáveis de 10 a 30 anos, para montar uma série histórica de dados que representem o clima nas diversas regiões do Estado. Os índices utilizados para delimitar as regiões de aptidão da caqui foram determinados por meio de revisão bibliográfica juntamente com as respostas biológicas observadas por técnicos da Epagri. Utilizou-se o software ZonExpert 1.0 desenvolvido por PANDOLFO et al. 1999 , como ferramenta auxiliar para o cálculo e estimativa das variáveis climatológicas e cruzamento com os critérios da cultura.

Os solos foram classificados em três grupos de acordo com a capacidade de armazenamento de água:
- Solo Tipo 1 - solos de textura arenosa (baixo armazenamento);
- Solo Tipo 2 - solos de textura média (médio armazenamento);
- Solo Tipo 3 - solos de textura argilosa (alto armazenamento).

O princípio de funcionamento do ZonExpert 1.0 é de simular o crescimento e desenvolvimento de uma determinada cultura em períodos de 10 dias (decêndios), de acordo com as condições climáticas observadas e/ou estimadas de uma determinada região e as necessidades climáticas da cultura a ser zoneada. Na simulação, o sistema analisa as exigências climáticas da cultura, para cada estádio, com as condições climáticas prováveis da região, que ocorrerão quando a planta atingir o estádio que está sendo analisado. Caso as condições climáticas do local atendam as exigências da cultura, o sistema aprova o decêndio para aquele local específico e inicia simulação para o próximo decêndio. Quando essas exigências da cultura não forem satisfeitas, o sistema considera o município não recomendado para o plantio.

As temperaturas mínimas absolutas (em abrigo) de cada decêndio foram agrupadas por classes acumuladas e posteriormente calculadas as suas freqüências em cada classe (por diferença) para compor o índice de geada:
- 1) Tm entre 2o C e 0o C, peso 1
- 2) Tm entre 0o C e -2o C, peso 2
- 3) Tm abaixo de -2 oC, peso 3; onde
IG = 1 (f1) + 2 (f2) + 3 (f3).
Para estimar a freqüência de geada para os locais do Estado onde não existem estações meteorológicas, foram desenvolvidas equações de regressão relacionando as freqüências de ocorrência das temperaturas mínimas com latitude, longitude e altitude.

O zoneamento foi realizado para dois grupos de caqui:
Caqui Fuyu
- A temperatura média anual deve ser igual ou superior a 15oC e igual ou inferior a 18oC ;
- Índice de Geada (IG) do 26º ao 28º o decêndio deve ser igual ou inferior a 0,8 ou 80%;

Caqui Rama forte
- A temperatura média anual deve ser igual ou superior a 17oC e igual ou inferior a 22oC ;
- Índice de Geada (IG) do 26º ao 28º o decêndio deve ser igual ou inferior a 0,8 ou 80%.