EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Inverno
Início:21/06 Fim:23/09
inverno3.png

Costa de Santa Catarina registra Super Maré no início de Julho 2019

SuperMareJulho2019a

Exatamente 24 horas após o “Grande Eclipse Lunar Sul Americano” desta 4ª feira (3/07/19), a população do Litoral Catarinense se deparou com um outro fenômeno natural extraordinário.

Trata-se de uma super maré, ou “King Tide”, termo usado pelos cientistas australianos e americanos para designar as maiores marés do ano. A proximidade com a ocorrência do eclipse não é por acaso. Perfeitamente alinhados, sol e lua potencializaram a força da gravidade exercida sobre os oceanos. O efeito se fez sentir em todos os mares do mundo, mas especialmente no hemisfério Sul. E as “forçantes” da maré não pararam por ai. Na 3ª feira,2/07) a lua entrou na fase de lua nova, que assim com a lua cheia, amplia regularmente o efeito das marés. Esses dois elementos,eclipse e lua nova, já indicavam uma maré especial para os dias 3 a 7 de julho.

Mas foi um terceiro elemento que potencializou a altura máxima do nível do mar nesta 5ª feira, dia 4/7. Conforme os meteorologistas, no dia anterior o Litoral Sul Brasileiro passou a sofrer a influência de um ciclone extratropical originado entre a costa da Argentina. O ciclone originou ventos do quadrante Sul de forte intensidade e persistentes, que no Brasil produzem um “empilhamento” da camada superficial do marna costa.

Ao meio dia de 5ª feira (4/7) o nível do mar em Florianópolis se encontrava em 80,5 cm (base DHN – Marinha do Brasil). A previsão (tábua da maré) indicava um nível máximo de 99,0 cmpara as 16:00h. As 15:55 h o marégrafo da Epagri/Ciram no Sul da Ilha registrou 163,5 cm. Silenciosamente as forças conjuntas do sol, lua, e vento Sul “empurraram” o nível do mar 64 cm acima do nível máximo previsto. Ruas encheram, estacionamentos alagaram, ranchos de pesca foram inundados, ente outros imprevistos (fotos abaixo).

No parque municipal de Coqueiros a situação era desoladora por volta da 16:30h. Trabalhadores estavam montando as estruturas para receber um público aproximado de 5 mil pessoas num evento programado para os próximosdias, quando as água alagaram completamente o local. Balneário Camboriú, Itajaí e Joinville também registraram alagamentos. Em Joinville a maré subiu 153,3 cm entre o meio dia e as 17:30h, chegando a 257,4 cm. Em Balneário Camboriú, as águas subiram exatamente 100,3 cm entre meio dia e 15:45, chegando a 175,3 cm.

A Epagri/Ciram dispõe de um setor dedicado ao monitoramento costeirode Santa Catarina, que inclui a mais completa rede maregráfica dos estados brasileiros. Ao longo de cinco anos, foram instalados, calibrados e mantidos um total de 11 estações maregráficas entre Passo de Torres, na divisa com o RS e Itapoá, na divisa com o Paraná. Estas estações apresentam a previsão e o nível do marmedido a cada 15 minutosem tempo real para qualquer dispositivo no planeta. Em oito anos de monitoramento da mar em Florianópolis, o nível do mar registrado na tarde deste 4 de julho de 2019 foi a segunda maior marca que registramos, perdendo apenas para Outubro de 2016, quando foi registrado um nível do mar de 176,8 cm na Caieira da Barra do Sul, Florianópolis.

Acompanhe o nível do mar na costa catarinense em tempo real através do link.

Matias Guilherme Boll

e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: 48 36655174

SuperMareJulho2019b

SuperMareJulho2019b

SuperMareJulho2019b

SuperMareJulho2019b