Nova estação meteorológica automática em Canoinhas

Fruto de um trabalho cooperativo entre a Epagri, o IFSC de Canoinhas e a Embrapa, os técnicos do CIRAM instalaram nas dependências do IFSC uma estação meteorológica automática com telemetria operacionalmente mantida por energia solar. Canoinhas e região contam agora com o monitoramento climático da velocidade e direção do vento, temperatura e umidade relativa do ar, pressão barométrica, molhamento foliar e precipitação pluviométrica. Estas variáveis são “medidas” em intervalos horários e os dados transmitidos por celular para o banco de dados em Florianópolis. No banco de dados estas variáveis climáticas são processadas e disponibilizadas na Home page da Epagri/Ciram na plataforma AGROCONNECT no endereço http://ciram.epagri.sc.gov.br/agroconnect/ .

A história climática de Canoinhas e região vem de longa data. Muitas estações foram instaladas e contribuíram e contribuem para os registros dos eventos climáticos. Estações da antiga estrada de ferro RFFSA, da antiga RIGESA, do Instituto do PINHO, do Instituto Nacional de meteorologia (INMET) em Três Barras, Irineópolis, Itaiópolis e Porto União, de operação e leituras manual, contribuíram com o acervo climático e foram aos poucos dando lugar às ditas Plataformas de Coleta de Dados (PCDs) ou estações meteorológicas automáticas telemetrizadas.

Projetos da Epagri como o MICROBACIAS, FRUPLANORTE, PAC EMBRAPA e o próprio INMET garantiram uma densa rede de estações meteorológicas operadas pela Epagri à serviço do meio ambiente e da sociedade do Planalto Norte Catarinense. Estações de monitoramento hidrológico em Rio Negrinho e Canoinhas, monitoramento apícola em Bela Vista do Toldo compõem esta diversificada rede. Ao todo são 25 estações em vigília do tempo e clima.

A manutenção da rede está sob a responsabilidade da Estação Experimental de Canoinhas representada pela Técnica Valdenize Pianaro, juntamente com os técnicos de Florianópolis, do Ciram Rafael Araujo e Roberto Carlos da Silveira, que percorrem trimestralmente cada unidade.

No cenário real das mudanças climáticas nos deparamos no nosso dia a dia com os eventos climáticos cada vez mais extremos. Para mitigar seus efeitos e possibilitar estudos sobre a ocorrência de chuvas intensas, vendavais, períodos de seca, inundações, incêndios florestais e etc., a rede de estações meteorológicas da Epagri/Ciram é de vital importância e deve receber o apoio de todos.

Contato:

Hamilton Justino Vieira

E-mail: vieira@epagri.sc.gov.br

Telefone: 48 36655006