Novembro começa com chuva mal distribuída em SC

Nos primeiros dias de novembro a chuva foi mal distribuída em Santa Catarina, com totais entre 0,2 mm e 5 mm no Oeste e boa parte do Meio Oeste, com melhor distribuição e pontuais um pouco mais elevados no Planalto Sul, Alto Vale do Itajaí e no Litoral, como mostra a Figura 1. A chuva da tarde de terça-feira (03/11) chegou com intensidade moderada a forte por alguns momentos, acompanhada de granizo em localidades do Planalto Sul (Morro da Igreja, São Joaquim, Urubici), Planalto Norte (Papanduva) na Grande Florianópolis (Águas Mornas) e em bairros do norte da ilha de (Canavieiras, Ingleses).

Para os próximos dias, de 05 e 07/11, a previsão é de presença de sol e temperatura baixa e até formação de geada, e amena devido à maior cobertura de nuvens e chuva frequente a partir do dia 08/11. A previsão para o trimestre é de temperatura acima da média, porém em novembro massas de ar frio novamente atuarão no estado, com queda na temperatura e madrugadas frias com geada no Planalto Sul, como na madrugada de 02/11 que registrou geada e mínimas entre 2°C e 5°C em Urupema, Bom Jardim da Serra e São Joaquim.  

No período de 08 a 18/11 a chuva deverá ser mais frequente no estado catarinense, sobretudo do Planalto ao Litoral, como mostram as Figuras 2 e 3. O trimestre novembro-dezembro de 2020 e janeiro de 2021 será marcado pelo fenômeno La Niña que deve manter a chuva abaixo da média climatológica, com irregularidade no espaço e no tempo, e com episódios de chuva localizada no Litoral.

Marilene de Lima e Gilsânia Cruz- Meteorologistas (Epagri/Ciram)

Figura 1 – Precipitação acumulada em SC, entre 07h00min de 01/11 a 07h00min de 04/11. Elaboração: Maikon Alves. (Fonte: Rede de estações monitoradas na Epagri/Ciram)
Figura 2 – Precipitação acumulada prevista para SC entre 09/11/2020 e 13/11/2020. Elaboração: Fabricio Vidal. (Fonte: GFS 0,25km)
Figura 3 – Precipitação acumulada prevista para SC entre 14/11/2020 e 18/11/2020. Elaboração: Fabricio Vidal. (Fonte: GFS 0,25km)
Granizo no Morro da Igreja Foto: Vanderlei Begnini