Monitoramento da Estiagem em Santa Catarina

  • Post category:publicações

Os pesquisadores Wilian da Silva Ricce e Guilherme Xavier de Miranda Junior estão aplicando um novo método para monitoramento do efeito da estiagem sobre a vegetação, o SVI – Standard Vegetation Index (Índice de Vegetação Padronizado). Esse índice é baseado no fato de que as condições da vegetação estão intimamente ligadas às condições meteorológicas, mostrando os efeitos das variações do tempo na vegetação em períodos curtos.

Valores baixos de SVI indicam más condições da vegetação que podem ser o resultado das condições climáticas. Já altos valores de SVI podem refletir as condições climáticas ideais para o crescimento, de modo que o verde da vegetação é mais alto do que o encontrado em na média dos outros anos.

Utilizando a plataforma Google Earth Engine, em que estão disponíveis vários conjuntos de imagens de satélite, foi adaptado código para gerar resultado para Santa Catarina. Os resultados foram gerados a partir dos dados do satélite Terra sensor MODIS (MOD13Q1) utilizando o índice de vegetação EVI que aumenta a sensibilidade em regiões com biomassa alta da vegetação.

Na Figura a seguir é apresentado o índice para o Brasil, levando em consideração a última imagem disponível (16/11/2020 a 02/12/2020). Em seguida é apresentado o recorte para Santa Catarina.

É possível observar as áreas em vermelho, em que a vegetação está bem abaixo do que o esperado para esse período do ano, comparando com a média de 2000 a 2020. Com isso, fica evidente onde a estiagem está impactando mais na agropecuária no estado de Santa Catarina.

Também é importante acompanhar os relatórios gerados continuamente na Sala de Situação, o monitoramento dos Rios em Rios online e a previsão do tempo da Epagri/Ciram para melhor entendimento da situação atual em Santa Catarina.

Contato:

Guilherme Xavier de Miranda Junior

E-mail: gmiranda@epagri.sc.gov.br