José Boiteux é o município que mais remove e Capivari de Baixo é o que mais emite gases de efeito estufa no estado de Santa Catarina

  • Post category:publicações

Os gases de efeito estufa são gases produzidos pelas atividades humanas que vão parar na atmosfera contribuindo para o aquecimento do planeta. Entre eles podemos citar o dióxido de carbono (CO2), o metano (CH4) e o óxido nitroso (N2O). Com objetivo de avaliar a contribuição por município desses gases, a organização Observatório do Clima divulgou os dados do Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG). Trata-se de um estudo inédito dedicado as emissões dos municípios brasileiros entre 2000 e 2018. Foram avaliados valores de emissão bruta no país relacionados aos setores de Agropecuária, Mudança do uso da Terra e Floresta, Energia e Resíduos, de acordo com metodologia preconizada pelo IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change).

De acordo com o estudo o município de José Boiteux apresentou estimativa de remoção de CO2e (t) GWP-ARS, devido principalmente pela manutenção de floresta secundária e de áreas protegidas. Em contrapartida, o município de Capivari de Baixo apresentou a maior estimativa de emissão entre os municípios catarinenses devido ao conjunto de termelétricas a carvão do complexo Jorge Lacerda.

Tabela 1. Ranking dos municípios catarinenses com maiores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS para o ano de 2018.

Tabela 2. Ranking dos municípios catarinenses com menores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS para o ano de 2018.

Figura 1: Mapa da estimativa total de Co2e por município do estado de Santa Catarina.

Fonte: Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estuda (SEEG) – Observatório do Clima (OC), (2021/V8.0). Elaboração: Epagri/Ciram

Os resultados demonstraram também conforme tabela 3, que o município de Capivari de Baixo é o maior emissor de CO2e do Brasil por área, com um total de 85.578 toneladas de CO2 por km2. Considerando que alguns estudos demonstram que é necessário o plantio de 7,14 árvores para cada tonelada de CO2 emitido para que o planeta não sofra os danos causados por esta emissão, seria necessário o plantio de cerca de 600.000 árvores por ano no município, que representaria 4 vezes a área total de seu território.

Tabela 3. Ranking dos municípios catarinenses com maiores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS por área (Km2) para o ano de 2018.


Tabela 4. Ranking dos municípios catarinenses com menores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS por área (Km2) para o ano de 2018.

Figura 2: Mapa da estimativa total de CO2e por área (Km2), por município do estado de Santa Catarina.

Fonte: Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estuda (SEEG) – Observatório do Clima (OC), (2021/V8.0). Elaboração: Epagri/Ciram

O município de Capivari de Baixo também possui as maiores estimativa de emissão CO2e per capita (por habitante), com um total de 180,91. É como se cada habitante do município tivesse cerca de 140 carros andando 20km por dia.

Tabela 5. Ranking dos municípios catarinenses com maiores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS per capita para o ano de 2018.

Tabela 6. Ranking dos municípios catarinenses com menores estimativas de emissão de CO2e (t) GWP-ARS per capita para o ano de 2018.

Figura 3: Mapa da estimativa total de CO2e per capita por município do estado de Santa Catarina.

Fonte: Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estuda (SEEG) – Observatório do Clima (OC), (2021/V8.0). Elaboração: Epagri/Ciram

Contato:

Denilson Dortzbach

E-mail: denilson@epagri.sc.gov.br