Tempestade Tropical Raoni na costa do Uruguai e sul do RS

No decorrer da segunda-feira (28/06) um intenso centro de baixa pressão no sul do Uruguai configurou um ciclone e afastou-se da frente fria que passou pelo RS e SC, passando a ciclone subtropical com centro mais quente próximo da superfície e frio em altitude, entre a tarde noite. Na manhã desta terça-feira (29/06) o ciclone no litoral do Uruguai e sul do RS evoluiu para tempestade tropical, classificado pela Marinha do Brasil com o nome de Raoni (grande guerreiro). Este sistema, raro no inverno em áreas tão ao sul e mais frequente no verão no litoral do RJ e SP, deve apresentar trajetória sobre o oceano afastando-se da costa no decorrer de quarta-feira (30/06) e os meteorologistas da Epagri/Ciram seguem monitorando. A tempestade Raoni, com ventos fortes ao redor de seu centro, causa grande agitação no mar, gerando ondas altas que devem se propagar pela área oceânica, chegando a partir desta noite no litoral de SC, sem vento forte, em forma de swell em áreas próximas da costa e com mais agitação em áreas mais afastadas do litoral (aviso de mar). 

Marilene de Lima e Gilsânia Cruz – Meteorologistas (Epagri/Ciram)

Figura 1 – Imagem de satélite do canal infravermelho – Tempestade tropical RAONI em destaque. Fonte: Windty.com.


Figura 2 – Linhas de pressão e vento – Tempestade tropical RAONI em destaque. Fonte: Windty.com.