Inverno com frio típico em SC

Previsão Climática Trimestral em SC – Junho, Julho e Agosto de 2022

Início do inverno: 21/06 às 06h14min

Precipitação:

A previsão para o trimestre é de chuva próxima à média climatológica, em SC. No entanto, o início de junho deve ser marcado por chuva frequente e totais elevados na maioria das regiões, deixando os valores próximos e até acima do esperado para o mês. No restante do período podem ocorrer períodos mais secos e chuva mal distribuída.

Destaque chuva forte, com totais elevados em curto intervalo de tempo, temporais com forte atividade elétrica (raios), granizo e ventania, ondas de frio e períodos de estiagem podem ocorrer no inverno de 2022. Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários, na página da Epagri/Ciram e redes sociais

Climatologia (o que se espera para época do ano):

Os meses de junho e julho são bem parecidos em relação à média climatológica de chuva, variando de 70 a 140 mm do Planalto ao Litoral e, de 110 a 170 mm no Oeste e Meio Oeste, sendo o mês de junho um pouco menos chuvoso em relação a julho. Em agosto a média de chuva sobe um pouco em relação a julho, variando de 110 a 190 mm no Oeste, Meio Oeste e Planalto e de 110 a 150 mm no Vale do Itajaí e Litoral.

A chuva é preferencialmente causada pela influência de frentes frias, sistemas de baixa pressão e a corrente de jato (ventos fortes em altos níveis da atmosfera). Também é a época de atuação frequente dos ciclones extratropicais próximos ao litoral Sul do Brasil, que oferecem perigo às embarcações, com ventos fortes e mar agitado, que muitas vezes resultam em ressaca.

Temperatura:

No trimestre a previsão é de temperatura próxima a abaixo da média climatológica em SC. Neste inverno são esperadas duas a três ondas de frio, com temperatura negativa e formação de geada ampla. Com o indicativo de frio frequente, aumenta a possibilidade para a ocorrência de episódios de neve, principalmente no Planalto Sul. Mesmo, assim períodos mais aquecidos devem ocorrer devido à atuação de massas de ar seco, e não se descarta a ocorrência de veranicos (períodos sem chuva e temperatura mais elevada) em algumas regiões de SC. Nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade, também são esperados para as noites, madrugadas e amanhecer dessa estação.

Temperatura da Superfície do Mar (TSM):

Nos meses de abril e maio de 2022, as águas no Pacífico Equatorial continuaram apresentando uma extensa área de anomalia negativa de temperatura na superfície do mar (TSM) em torno de -1°C, com aguas mais frias em torno de -3°C próximo à costa do Peru (Niño 1 + 2), como mostram as Figuras 1 e 2. Essa condição está associada a atuação da La Niña e a previsão é que o fenômeno continue nos meses de inverno e primavera. No Atlântico Sudoeste a TSM ficou com anomalia positiva, de 1,0°C e 2,0°C no litoral do Sul do Brasil, com águas mais frias (-2,0°C a -3,0°C) próximo à costa da Argentina e Uruguai.

Figura 1 – Anomalia da TSM nos oceanos Atlântico e Pacifico, em abril de 2022.
Fonte: IFSC.
Figura 2 – Anomalia da TSM no Pacifico e Atlântico, 01 a 24 de maio de 2022.
Fonte: IFSC.

Elaboração do boletim: Gilsânia Cruz e Marilene de Lima (Meteorologistas)

Previsão do Fórum Climático: EPAGRI/CIRAM, IFSC, AGF, CIGERD e UFRGS.