Primavera
Início:22/09 Fim:21/12
primavera2.png
EPAGRI/CIRAM

Projetos em Andamento

CARACTERIZAÇÃO DA DISPONIBILIDADE HÍDRICA PARA A AGRICULTURA EM SANTA CATARINA.
FINANCIADOR: CHAMADA UNIVERSAL - MCTI/CNPq N º 14/2013
Período de execução: jan/2014 a dez/2016

Existe uma demanda pela melhor caracterização da variação espaço-temporal da disponibilidade hídrica para a agricultura. Esse projeto foi proposto para catacterizar essa variação em termos de precipitação, deficiência, excesso, índice de satisfação de atendimento hídrico e períodos secos utilizando o método de balanço hídrico com CADs regionalizadas para as principais classes de solos e culturas cultivadas em Santa Catarina, associando o sistema de informações geográficas.

Um das metas desse projeto é a geração de um sistema computacional para rodar o balanço hídrico agronômico para o Estado de Santa Catarina e para realizar análises voltadas para a variável precipitação (estatísticas, probabilidades e índices). Essa meta está em execução e os resultados observados aqui são parte dos dados analisados por esse sistema até então chamado “Hidros”.

O projeto está em execução e está cadastrado no SEPLAN/Epagri, sob o número 6320642.

Maiores informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

AVALIAÇÃO DE ÍNDICES PARA QUANTIFICAÇÃO DE ESTIAGENS E SECAS NO ESTADO SANTA CATARINA.
FINANCIADOR: MCTI/CNPQ/Universal 14/2014 - Faixa A - até R$ 30.000,00
Período de execução: nov/2014 a nov/2017

A ocorrência de estiagens e secas no estado de Santa Catarina tem causado prejuízos financeiros à agricultura e a sociedade catarinense. A quantificação, identificação de regiões afetadas pelos eventos e o monitoramento de estiagens e secas são importantes para o planejamento de atividades e tomadas de decisão. O objetivo deste projeto é avaliar metodologias para cálculos de índices de seca e definir o modelo adequado para monitoramento de estiagens para o estado de Santa Catarina. Serão avaliados os resultados de índices de seca utilizados em outras regiões do mundo para a base de dados de precipitação do estado de Santa Catarina e ainda avaliados os impactos das estiagens nos índices de vegetação obtidos por imagens de satélite (MODIS). Será proposta metodologia de monitoramento de estiagens e secas para o estado de Santa Catarina. Os resultados serão importantes para aprimorar o acompanhamento de eventos extremos já em vigor na EPAGRI/CIRAM e que estão a disposição para os diversos setores catarinense.

Tendo em vista a aprovação do projeto “Variação espaço-temporal da disponibilidade hídrica para a agricultura em Santa Catarina”, processo 471845/2013-2, na chamada universal MCTI/CNPq Nº 14/2013 de autoria da Dra. Cristina Pandolfo, este projeto vem em continuação ao anterior para o levantamento e validação de metodologias de cálculo de índices de seca com base nos dados consolidados de precipitação e proposta de monitoramento de estiagens no estado de Santa Catarina.

O projeto está em execução e está cadastrado no SEPLAN/Epagri, sob o número 6311263.

Maiores informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">

REDE SUL BRASILEIRA DE PESQUISAS SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E PREVENÇÃO AOS DESASTRES NATURAIS - CLIMASUL.
FINANCIADOR: MCTI/FINEP N º 1050/13
Período de execução: jan/2014 a dez/2016

O Projeto é uma ação coordenada entre os três centros operacionais da área de clima e meteorologia da Região Sul do Brasil (SIMEPAR-PR, EPAGRI/Ciram-SC e FEPAGRO-RS). Visa a integração dos sistemas de monitoramento e previsão de tempo e clima e o desenvolvimento de novos produtos e serviços em parceria com universidades e outros institutos da região. Em Santa Catarina o Projeto tem como principais metas: o adensamento da rede de monitoramento meteorológico e oceanográfico; o aprimoramento das estimativas de precipitação, a melhoria na previsão de geadas e de tempestades severas; o desenvolvimento de ferramentas para análise e interpretação dos modelos; a produção da climatologia das estiagens; a estruturação de um banco de dados espaciais e a difusão de informações via web.

O projeto está em execução e está cadastrado no SEPLAN/Epagri, sob o número 6310784.

Maiores informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.